Negócios e oportunidades - Um mundo muito vasto e muito rico

Quais as melhores franquias de alimentação para empreender e quanto custa?

Numa rápida pesquisa pela internet, você vai encontrar centenas de resultados para a pergunta “O que são franquias de alimentação”.  A licença do uso da marca, royalties, modelo de negócio etc. Além de englobar isso, franquias, de uma forma geral, e as franquias de alimentação, por extensão, são negócios em quem criou ou detém os direitos daquele modelo, os transfere ou autoriza o uso para outra pessoa poder fazer igual, em outro ponto comercial.

Essa transferência de know-how, como acostumou-se a chamar entre as franquias e as franquias de alimentação, é, no final, uma cópia do modelo de negócio.

Tudo que envolve a gestão, operação e divulgação da empresa é copiado e transferido para uma loja “gêmea”. Assim, a pessoa que comprou os direitos da franquia, não precisa “pensar” todo o negócio, toda a estratégia. Ela já recebe um modelo pronto, de sucesso e resultado.

No ramo desse tipo de negócio, as franquias de alimentação fazem parte de um dos setores mais atraentes e seguros para quem deseja estar à frente do próprio negócio. Um dos motivos para isso é que, mesmo em momentos de crise econômica, como a vivida pelo Brasil, o setor só cresce.

Delivery de comida saudável: Melhores comidas para deliveryO segmento franquias de alimentação é o mais tradicional da franchising e um dos responsáveis por alavancar os resultados positivos do mercado de franquias. E as franquias de alimentação saudável crescem no mesmo ritmo.

Nesse sentido, se você se identifica com o setor, saiba que existe uma gama de franquias de alimentação, com os mais variados valores de investimento, tipos de alimentos e formas de atuação no mercado. Nesse artigo, vamos responder muitas das dúvidas que surgem quando um empreendedor decide investir em franquias de alimentação.

Afinal, Quais as melhores franquias de alimentação? Quanto custam as franquias de alimentação? As franquias de alimentação são lucrativas? Franquias de alimentação delivery é um bom negócio? Como empreender no ramo das franquias de alimentação?

Como abrir um restauranteQuais as melhores franquias de alimentação saudável?

É fundamental sempre escolher algo com muito critério, sobretudo no mundo dos negócios, e em franquias de alimentação saudável não é diferente. Isso porque o nosso perfil de investidor vai desde moderado, até mais ousado, porém vale levar em conta na hora de escolher o melhor investimento, saber os valores em questão, expectativas de faturamento, nicho de negócio, ideais da franqueadora e tipos de projetos.

Mas quais as melhores franquias de alimentação saudável? Com esses elementos citados e considerando o apoio para gerir o negócio, know-how específico, uma empresa que se destaca entre as franquias de alimentação saudável, por ter sucesso e seriedade, é o Sucão.

+ LEIA MAIS: O que é alimentação saudável e sua importância no dia a dia?

Mais recentemente a empresa venceu o prêmio das “Melhores Franquias do Brasil” da gabaritada revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios. O evento levou em conta alguns critérios como valor da marca, o investimento em marketing, inovação, desempenho e satisfação do franqueado. Conhecida no modelo de franquias desde 2014, o Sucão se consolidou no mercado e se tornou referência pela grande inovação em fazer da venda de alimentos saudáveis seu principal produto há anos.

Dentre as vantagens conhecidas da empresa, a franquia de alimentação Sucão oferece rápido retorno de investimento, com rentabilidade acima da média do mercado, baixo custo operacional, tendo de 6 a 9 funcionários por loja, além da fácil adaptação. Por isso, a experiência no ramo, benefícios e resultados excelentes do Sucão dão uma garantia segura de lucro no investimento.

o que é alimentação saudávelQuanto custa uma franquia de alimentação?

Assim como foi citado no início do artigo, as taxas são algumas das variáveis que podem influenciar nos valores de quanto custa uma franquia de alimentação, como os royalties, por exemplo. Mas seu excelente rendimento aprovado e testado por vários investidores vem tendo resultados positivos animadores, mesmo considerando, nos últimos meses, o impacto da pandemia.

Os valores podem variar de acordo com o nome da marca, o quanto tem a chance de render, investimento e o seu retorno, fora a taxa de franquia. No Sucão é possível você encontrar a possibilidade de aplicar um capital de R$ 180 mil em lojas de shopping ou em container – projeto compacto e de grande poder de mobilidade – e lojas de ruas chegando ao valor de R$ 270 mil.

O Sucão desenvolveu um projeto sólido e sustentável com um completo portfólio de produtos, baixo custo operacional e margens de contribuição acima da média do mercado de alimentação, inaugurando um novo segmento neste mercado: alimentação saudável e saborosa, com preços competitivos e rapidez na entrega dos produtos: este é o conceito “Fast and healthy food”.

Delivery de comida saudávelO que são taxas de royalties nas franquias de alimentação?

As taxas de royalties são cobradas de forma mensal sobre o faturamento ou compras, ou podem ser fixas. Algumas redes de franquias de alimentação não possuem royalties, mas geralmente ganham margem na venda do produto ou insumo para o estabelecimento.

Também existem as taxas de franquia que geralmente são pagas logo início e dão direito de acesso àquela marca a fim de explorá-la e poder pagar pelo apoio que o franqueador vai dar: fundo de propaganda ou de marketing remunera as ações de marketing institucionais, divulga a marca na TV, na rádio, na revista, no meio on-line, ou seja, normalmente ele entrega toda a estrutura de marketing.

Atualmente, as franquias de alimentação representam uma grande parte do faturamento da franchising (franquia) no país. São elas redes de restaurantes, lanchonetes e outros negócios do mercado alimentício, que além de estarem sempre em alta, são excelentes oportunidades de negócio e geram muito emprego.

As franquias de alimentação são lucrativas?

Em se tratando de franquias, o setor de alimentação, além de ser o mais tradicional, também é o mais rentável. Uma pesquisa da empresa de inteligência geográfica Geofusion em parceria com a gigante de pagamentos Mastercard levantou dados que mostram que o nível de consumo dos brasileiros em alimentação fora de seus lares aumentou em 4,72% em 2017. A previsão também apontou que, ano após ano, a tendência era esse número entrar em uma curva ascendente.

O Portal do Franchising, especializado em franquias e franqueados, apresentou uma tabela sobre a rentabilidade de cada segmento. As franquias de alimentação ocupam o primeiro lugar com significativa vantagem em bilhões de reais. Enquanto o setor de casa e construção faturou R$ 12,4 bilhões no ano de 2020, as franquias de alimentação faturaram R$ 40,8 bilhões.

Confira a tabela completa:

Tabela de faturamento das franquiasNa América Latina, franquias de alimentação brasileiras ganham cada vez mais destaque. Como é o caso do Sucão Alimentação Saudável e a Brasileirinho Delivery, com destaque especial para a primeira, que explora um ramo que cresce juntamente com a popularidade das academias.

Franquias de alimentação delivery são um bom negócio?

Difícil hoje é imaginar uma franquia de alimentação que não trabalhe com delivery. A pandemia iniciada em 2020 mostrou aos grandes empresários do ramo a necessidade de franquias de alimentação montar seus planejamentos para atender a demanda do cliente que quer consumir sem sair do conforto de sua casa.

A Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) apresentou um estudo que apontou uma movimentação de R$ 11 bilhões por ano no Brasil, somente com delivery de alimentação.

Entrar para o segmento de franquias de alimentação, sem trabalhar com a opção delivery é ter a consciência de que perderá uma significativa parcela de clientes, que por mais que gostem do seu produto/comida não querem ou não podem sair de seus lares para consumir.

Fato é que as grandes startups de delivery como iFood, Rappi, UberEats e entre outros, fomentaram a vontade de uma parcela da sociedade consumir comida sem sair de casa. Isso, somado à pandemia, transformou essa tendência em necessidade.

É exatamente o que mostra um levantamento da Abrasel, que mostra que o Brasil, sozinho, foi responsável por 48,77% de todo o consumo em delivery na América Latina em 2020. “As previsões apontam que o setor poderá movimentar aproximadamente US$ 6,3 trilhões de dólares em todo o mundo até o final do ano”, aponta o mesmo estudo da Abrasel.

Veja como a primeira franqueada fora de SP faz sucesso com variedade de produtos e público corporativoComo empreender no ramo das franquias de alimentação?

Pode parecer simples empreender em franquia de alimentação, entretanto, o mínimo de planejamento é necessário para lidar com os processos burocráticos.

Confira algumas das etapas:

Franquias de alimentação – Planejamento:

Etapa para analisar questões concorrência, mercado e público alvo.

Franquias de alimentação – Atividade escolhida:

Com significativa antecedência, é necessário escolher o ramo de atividade, existem 3 opções: prestação de serviço, comércio e indústria.

Franquias de alimentação – Natureza jurídica:

A natureza jurídica de uma empresa é o seu regime jurídico, pois define exatamente quais exigências e normas os sócios terão que obedecer.

Franquias de alimentação – Contrato social:

Contrato social é a definição de participação de cada sócio, as atividades desenvolvidas pela empresa etc.

Franquias de alimentação – Localização:

Verifique se a localização para implementar sua franquia é de fato apropriada para o segmento de alimentos. Assim como um ponto atrativo ao público.

+ LEIA MAIS: Empreendedorismo em alta: Empreender em franquias é uma tendência em 2021

Além disso, é fundamental verificar com responsabilidade seu quesito de orçamento e potencial de venda. Visto que algumas franquias renomadas evitam trabalhar em centros menores, pelo baixo potencial do negócio se manter. No mais, em se tratando de franquias, a alimentação é sem dúvida o melhor segmento para empreender.

No Comments

Post A Comment